quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

EGOS DO MUNDO


A mulher respondeu-lhe:
 Podemos comer o fruto das árvores do jardim; mas, quanto ao fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse:
“Nunca o devereis comer, nem sequer tocar nele, pois se o fizerdes, morrereis”.
A serpente retorquiu à mulher:
“Não, não morrereis; porque Deus sabe que, no dia em que a comerdes, abrir-se-ão os vossos olhos e sereis como Deus, ficareis a conhecer o bem e o mal”.
                                                                                           Génesis 3: 2-5.


E desde aquele dia:

São os grandes deuses do nosso mundo, ao que todos obedecem em maior ou menor escala! E aí daquele que se afaste deles, pois será desapreciado pela humanidade e considerado louco.
O próprio ego do homem levou-o a querer colocar-se acima da natureza e de Deus.



Se não amas ao teu próximo e tens o controlo, manipulas-o”.
                                                                                           A.M.F. El León



Nem todos os egos são maus, existe um ego chamado vital do qual necessitamos para viver e superar, este se, se encontra debilitado, paralisa-nos e tiranos o ânimo, mas se equilibrado, não antepõe a própria superação aos outros, não se vale de qualquer coisa, não tem que ser o melhor; já não é isso que procura.
Está relacionado com um tipo de interesse cognitivo emancipatório coletivo, que procura a auto-compreensão positiva do conhecimento, como elemento transcendental da própria metafísica do homem, em consonância com as leis do Tao, e em benefício da comunidade.
Aquele que entende as leis do Tao, compreende a importância de ajudar os outros, para que também, se sintam participantes do futuro, dando-lhes a mão, indo ao seu lado, não por cima ou à frente, pelo contrário, mais facilmente se colocará atrás, para encaminha-los e ensina-los sem outro propósito que não seja a evolução de todos.
“Para governar os homens e servir o céu, nada é mais eficaz do que a moderação. A moderação deve ser a primeira preocupação do homem”
                                                                            Tao Te King LIX



Com esta atitude, nos tornamos maiores… do que aquele que tenta dominar os seus semelhantes através do poder, do medo e do engano.


“Para mandar em alguém, toma-te a ti próprio como, mandado”.
                                                                                            A.M.F. El León



… que aquele que se vangloriza da sua propria inteligencia e dos seus títulos académicos, olhando com lástima para “os necios incultos que não foram para a universidade”. E fala com palavras técnicas para que não os entendamos e assim possa manter o controlo sobre uma multidão aborregada.

“Se alguem pensa que sabe alguma coisa, ainda não sabe como deveria saber”.
                                                                                           I Corintios 8:2




O que se gaba dos títulos, acumula grama. Tem os celeiros estão vazios e o que lhe corre nas veias é palha”.
                                                                                            A.M.F. El León



Isto recebe o nome de interesse cognitivo emancipatório individual, procura o conhecimento contrapondo a ciência com a consciência. Pensa que a natureza está cheia de erros e adota e modelo da supremacia do homem sobre o homem e do homem sobre a natureza.
Os egos alterados, alteram a ética e tornam-te vacilante, pois anteporás o teu interesse ao do, dos demais.

“Conheço as tuas obras: não és frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente. Assim, porque és morno - não és frio nem quente- vou vomitar-te da minha boca”.
                                                                                   Apocalipse 3: 15-16.



Pensas que és mais livre porque tens os outros sob controlo?
Acreditas que és mais sábio por teres títulos?
O sábio escapa às cadeias impostas à sua mente e consegue o controlo sobre si próprio dominando os seus egos alcançando assim o verdadeiro saber, não por si só, mas porque agrada a Deus e Ele trar-lhe-á todo o conhecimento que necessite.
Essa é a verdadeira sabedoria, entender que somos vasilhas vazias e que só Deus é capaz de enche-las.

NÃO HÁ NADA NOVO SOB O SOL”

“O santo conhece-se sem se exibir, 
cuida de si sem se vangloriar.
É por isso que rejeita uma coisa e adota outra”
Tao Te King LXXII.


Não há dinheiro capaz de comprar uma vasilha cheia.
”Quem se apega ao dinheiro, desgasta a sua alma”.
A.M.F. El León


É necessário ter cobertas as necessidades básicas tais como casa, comida, roupa, etc. E para isso necessitamos ter certa solvencia económica. É vital para pleno desenvolvimento do homem que este encontre o seu lugar dentro do meio em que vive, sentir que se é importante, ter um bom sexo com o/a seu/sua parceiro/a…




A vida é fidelidade”.
A.M.F. El león


Todo o ego alterado, fará com que te tornes posessivo, açambarcador e sentir-te-ás de certo modo sujo  avergonhado. Aparte disto, cada um tem suas conotações específicas:
  • Dinhero: Torna-te influenciavel, inconsciente e timido.
  • Sexo: Torna-te ciumento, retraido, cria-te suspeita e debilidade.
  • Poder: Torna-te autoritario, dominante, arrogante, inflexivel e nervoso.
  • Importância: Torna-te ansioso, hiper-preocupado, arisco e insatisfeito.
  • Controlo: Torna-te tenso, fanático e arisco.
  • Sectarismo: Torna-te arrogante, intransigente e confuso
E alguns que o reconhecam dirão: Eu quero livrar-me das minhas miséria. Como me posso curar? Qué posso fazer para combatir os meus egos e/ou reprimi-los?
E obterás a resposta: 


Com a Medicina Branca recebida da Fonte Pura, da Fonte do Céu:   com a ALQUINATURA.  


O que é ALQUINATURA?

A palavra ALQUINATURA é a composição de dois conceitos já estabelecidos e que assiciados, abordam um conceito mais profundo e clarificador do que se pretende.

ALQUIMIA: de transformação ; entendendo-se de forma  sucinta a ideia de Alquimia como transformação de metal em ouro. Isto não deixa d ser uma mera alegoria,
referindo-se á transmutação do próprio organismo. Transformar um organismo doente, oxidade, “metal” que se oxida, num organismo são, vivo,que não se oxida, “ouro”.

NATURA: de natureza.

ALQUINATURA resume a ideia de que através do Naturismo “Terapia Natural Integral” transforma-se o organismo e alcança-se a saúde.

Quais as terapias da Alquinatura?
As terapias da Alquinaturistas são todas as terapias naturais experimentadas empiricamente, que são coerentes para com o organismo e que servem para a cura. O que as diferencia das terapuias naturais primitivas é que; as terapias Alquinaturistas foram em parte modificadas, tendo como base três elementos fundamentais para o seu desenvolvimento, ou que originaram a sua própria sínteses funcional. Estaes três elementos são os seguintes:

Estudo de uma fisiologia unitária baseada em dados fornecidos pelas Ciências Medicas, mas que diferem destas no que respeita à complexidade da inter-relação do sistema de órgãos e de sistemas energéticos.

Estudo do conhecimento empírico transmitido peles medicinas não académicas que estão baseadas na observação e que trazem conhecimento de grande valor. A Medicina dos Sentidos.

Estudo do que propõe o próprio organismo –“Médico interno”- enquanto diagnóstico e tratamento, através do estabelecimento duma linguagem com o próprio organismo, mediante testes musculares ou vias de interconexão píneo-talâmicas “Paciente-Terapeuta”, que permite um diagnóstico e tratamento veraz, contatado por uma larga experiencia clinica de resultados efetivos.

Por outro lado, inclui um acrescento de novas terapias que são fundamentais para a cura.

                                                                 Informação tirada de www.alquinatura.com 


Enquanto uns procuram soluções e tentam restabelecer a sua saúde, a outros o seu próprio ego não lhes deixa ver mais além e arranjam desculpas para continuar no “finca-pé” e se oporem a todos aqueles que os tentem guiar.
 “O que saberão esses, se não se libertam da sua prisão?”… Insensatos! Não sabeis que se pode conhecer o mundo a partir de uma janela quando se está em consonância com o TAO…





                                                        O  PERSEGUIDOR  DA  ARMADURA


Sem comentários:

Publicar um comentário